Fluxo Digital Protético
In-House

Diferencie a sua clínica

Atender às crescentes expectativas dos pacientes

Com as crescentes expectativas e conscientização dos pacientes, é muito importante manter a oferta de experiências diferenciadas. Envolver os pacientes por meio da oferta de acesso a uma experiência de restauração digital exclusiva e soluções de tratamentos personalizados que satisfaçam todas as expectativas, bem como situações individuais.


Atualmente, cada vez mais os pacientes procuram tratamentos confortáveis.

100% dos pacientes preferem o escaneamento intraoral, por ser mais confortável e mais rápido1.

61% desses pacientes consideram-no mais confortável que a moldagem convencional, uma vez que reduz:1

• Náuseas
• Dificuldade respiratória
• Sensibilidade dentária e periodontal
• Desconforto enquanto a boca está aberta.

 

As clínicas odontológicas que oferecem restaurações com scanner intraoral e CADCAM estão crescendo e continuarão a crescer mais rapidamente nos próximos anos2,3.

ESTADOS UNIDOS


  • 1 em 4 clínicas odontológicas realizam escaneamento intraoral2
  • 1 em 3,5 clínicas de grupo utilizam sistemas de usinagem CADCAM2

EUROPA


  • 1 em 8 clínicas odontológicas realizam escaneamento intraoral
  • 1 em 7 clínicas de grupo utilizam sistemas de usinagem CADCAM2

(1) YUZBASIOGLU, Emir et al. Comparison of digital and conventional impression techniques: evaluation of patients’ perception, treatment comfort, effectiveness and clinical outcomes. BMC oral health, v. 14, n. 1, p. 10, 2014.
(2) Digital Dental Solution Market Assessment – Voice of the customer – US and EU comparison summary, December 2017. For In house and milling center. Digital Dental Solution Market Assessment – Voice of the customer – US and EU comparison summary, December 2017
(3) CAD/CAM Dental Systems - Global Pipeline Analysis, Competitive Landscape and Market Forecast to 2017

Forneça uma experiência exclusiva ao paciente através de completo acesso ao fluxo de trabalho digital protético

As bibliotecas Neodent estão disponíveis para os principais softwares CAD do mercado

CARES Visual

Exocad

Dental Wings

3shape

 

INICIAR COM PRECISÃO

O planejamento do tratamento utilizando scanner intraoral permite economizar tempo e proporcionar um excelente conforto ao paciente. Os scanbodies Neodent foram desenhados para fixar com precisão a posição de restauração, proporcionando uma experiência agradável ao usuário.


Scanbody IntraOral Neodent®

Os scanbodies Neodent são pojetados para fixar de maneira precisa a posição do implante ou pilar em uma experiência mais confortável para o usuário:

  • Autorreconhecimento utilizando CARES Visual*
  • Uso em um único paciente, estéril, confeccionado em PEEK
  • Para moldagem no nível do implante e do pilar

Scanbody 3Shape para Neodent

Os scanbodies 3Shape facilitam a transferência da posição e a identificação do sistema de implante:

  • Autorreconhecimento utilizando TRIOS*
  • Uso múltiplo
  • Autoclavável, confeccionado em titânio
  • Para moldagem no nível do implante

 

FINALIZAR COM EFICIÊNCIA

O modelo dentário para moldagem 3D permite resultados previsíveis e reprodutíveis, proporcionando o ajuste ideal em menos tempo. Além disso, permite a impressão de geometrias complexas com visualização precisa dos detalhes. Acesso ao mais alto nível de realismo com o análogo híbrido Neodent.


Análogo reposicionável híbrido

Os análogos reposicionáveis híbridos Neodent são indicados para modelo em gesso e também para modelos impressos:

  • Antirrotacional com posicionamento de engate preciso
  • Para moldagem no nível do implante e do pilar

Como se conecta?

1. CAPTURA DE DADOS
MOLDAGEM DIGITAL

  • Straumann CARES IntraOral Scanner
  • 3Shape TRIOS
  • Outros scanners IntraOral

2. SOFTWARES CAD DE
DESIGN PROTÉTICO

  • CARES Visual
  • 3Shape
  • Dental Wings
  • Exocad

3. MÁQUINAS DE USINAGEM
PARA A FABRICAÇÃO

  • CARES C Series
  • CARES M Series
  • ZirkonZahn M4
  • Sirona Cerec MC XL
  • Qualquer outra máquina de usinagem

4. IMPRESSORAS 3D PARA
O ACABAMENTO

  • Impressora 3D CARES P Series
  • Outras impressoras 3D

Atenda às expectativas dos pacientes, oferecendo um amplo portfolio de soluções protéticas

É essencial que os profissionais de odontologia dominem cada passo em cada fluxo de trabalho de restauração. Com a Neodent, ofereça um aspecto estético natural imediato através de um abrangente portfólio de restaurações, contemplando todas as indicações: desde os casos unitários até os edêntulos.

BASES DE TITÂNIO NEODENT

  • Para restauração unitária
  • Várias alturas de transmucoso (de 0,8 a 4,5 mm)
  • Vários diâmetros de pilares (3,5, 4,5 , 5,5 e 6,5 mm)
  • Permite a personalização da coroa e angulação máxima de 30°
  • Disponível em duas versões, com e sem parafuso removível

BASES DE TITÂNIO C NEODENT

  • Para reabilitações unitárias
  • Para fluxo de trabalho CEREC
  • Várias alturas de transmucoso (de 0,8 a 4,5 mm)
  • Permite a personalização da coroa e a angulação máxima de 20°.

SOLUÇÃO ANGULADA COM BASES DE TITÂNIO NEODENT

  • Para restaurações unitárias com canal do parafuso angulado
  • Várias alturas de transmucoso (de 0,8 a 2,5 mm)
  • Vários diâmetros de pilares (4,0, 4,5 e 5,5 mm)
  • Permite a angulação máxima de 25°, dependendo da altura de transmucoso e da área cimentável

BASES DE TITÂNIO NEODENT PARA PRÓTESES FIXAS MÚLTIPLAS

  • Para restaurações múltiplas
  • Várias alturas de transmucoso (de 0,8 a 4,5 mm)
  • Vários diâmetros de pilares (3,5, 4,5 e 5,5 mm)
  • Permite a divergência máxima de 10° para ø3,5, e 16° para ø4,5 e ø5,5

Cilindros Assentamento Passivo:

  • Para restaurações múltiplas e de arco total
  • Deve ser cimentado na ponte/barra após usinagem para então o conjunto (ponte/barra + cilindros) ser instalado sobres os pilares Neodent
  • Fornece assentamento passivo
  • Permite a divergência máxima de 28°

BLOCO DE TITÂNIO NEODENT

  • Para restaurações unitárias ou múltiplas
  • Para suporte Medentika em dois diâmetros diferentes: 11,5 e 15,8 mm 
  • Para suporte Amann Girrbach em um diâmetro: 12 mm
  • Permite a angulação máxima de 30°

Restauração unitária

1. Base de Titânio C; 2. Base de Titânio; 3. Pilar Personalizado.

Restauração múltipla

3. Pilar Personalizado; 4. Cilindro de Assentamento Passivo;
5. Base de Titânio Rotacional;

Downloads

Catálogo Global

Catálogo Grand Morse® 2020

Catálogo de Produtos GM 2020 - Low Resolution
1023_neodent_gm_catalogue_pt_br_A00_lr_140120 27.02.2020 PDF, 11 MB Download
Ver todos os recursos...

Referências

• Estudo clínico retrospectivo grande: 2.244 implantes instalados em mais de 400 pacientes.(1)
• Taxa de sobrevivência elevada no longo prazo: 99,7% após até 5 anos. (1)
• Nenhuma perda precoce de implantes foi observada neste estudo.(1)
• Alta previsibilidade nas restaurações de arcada completa (4 a 6 ou mais na maxila e 4 ou 5 na mandíbula) mesmo com implantes inclinados.(1)

1. Sartori IAM, Latenek RT, Budel LA, Thomé G, Bernardes SR, Tiossi R. Retrospective analysis of 2,244 nimplants and the importance of follow-up in implantology. Journal of Research in Dentistry. 2014 Nov- Dez;2(6):555-564.
2. Martin C, Thomé G, Melo AC, Fontão FN. Peri-implant bone response following immediate implants placed in the esthetic zone and with immediate provisionalization-a case series study. Oral Maxillofac Surg. 2015 Jun;19(2):157-63.
3. Barros RR, Novaes AB Jr, Muglia VA, Lezzi G, Piattelli A. Influence of interimplant distances and placement depth on peri-implant bone remodeling of adjacent and immediately loaded Morse cone connection implants: a histomorphometric study in dogs. Clin Oral Implants Res. 2010;21(4):371-8.
4. Castro DS, Araujo MA, Benfatti CA, Araujo Cdos R, Piattelli A, Perrotti V, et al. Comparative histological and histomorphometrical evaluation of marginal bone resorption around external hexagon and Morse cone implants: an experimental study in dogs. Implant Dent. 2014;23(3):270-6.
5. Novaes AB Jr, Barros RR, Muglia VA, Borges GJ. Influence of interimplant distances and placement depth on papilla formation and crestal resorption: a clinical and radiographic study in dogs. J Oral Implantol. 2009;35(1):18-27.
6. Siqueira RAC. Avaliação do índice de sucesso e comportamento dos tecidos periimplantares de implantes cone morse equicrestais ou subcrestais em arcos inferiores. [dissertação de mestrado na internet]. [Curitiba(Brazil)]: ILAPEO; 2013. [citado em 28 out 2015] 126p. Disponível em: http://www.ilapeo.com.br/ Monografias_e_Dissertacoes/Dissertacoes_turma2011/Rafael_Amorin_Cavalcanti_de_Siqueira.pdf
7. Sotto-Maior BS, Lima Cde A, Senna PM, Camargos Gde V, Del Bel Cury AA. Biomechanical evaluation of subcrestal dental implants with different bone anchorages. Braz Oral Res. 2014;28.
8. Coppedê AR, Bersani E, Chiarello de Mattos MG, Rodrigues RCS, Sartori IAM, Ribeiro RF. Fracture  resistance of the implant-abutment connection in implants with internal hex and internal conical connections under oblique compressive loading: an in vitro study. Int J Prosthodont. 2009 May-Jun;22(3):283-6.
9. Bernardes SR, da Gloria Chiarello de Mattos M, Hobkirk J, Ribeiro RF. Loss of preload in screwed implant joints as a function of time and tightening/untightening sequences. Int J Oral Maxillofac Implants. 2014 Jan-Feb;29(1):89-96.
10. Jorge JR, Barao VA, Delben JA, Assuncao WG. The role of implant/abutment system on torque maintenance of retention screws and vertical misfit of implant-supported crowns before and after mechanical cycling. Int J Oral Maxillofac Implants. 2013 Mar-Apr;28(2):415-22.
11. dos Anjos CM, Harari ND, Reis RSA, Vidigal Junior GM. Análise in vitro da infiltração bacteriana na interface de pilares protéticos e implantes cone-morse / In vitro analysis of bacterial leakage at the interface between Morse taper implant platform and prosthetic abutments. ImplantNews. 2011 8(2):239- 243.
12. Sartoretto SC, Alves AT, Resende RF, Calasans-Maia J, Granjeiro JM, Calasans-Maia MD. Early osseointegration driven by the surface chemistry and wettability of dental implants. J Appl Oral Sci. 2015. May-Jun;23(3):279-87.
13. da Silveira BM. Análises tomográfica, microtomográfica e histológica entre enxertos em bloco autógeno e xenógeno nas reconstruções ósseas de maxila. [dissertação de mestrado na internet].[Curitiba (Brasil)]: ILAPEO; 2013. [citado em 15 jun 2014] 133p. Disponível em: http://www.ilapeo.com.br/biblioteca-detalhe/ tomographic-microtomographic-and-histological-analysis-between-grafts-in-autogenous-andxenogeneic-- C162410.html
14. Mendonça G, Mendonça BD, Oliveira SL, Araujo AC. Efeitos da diferenciação de células-tronco mesenquimais humanas sobre superfícies de implantes hidrofílicas. ImplantNews. 2013 Nov-Dez 10(6a):111-116.