Straumann na EuroPerio 8

Londres, Reino Unido - 3-6 de junho de 2015

Desde soluções padrão para todos os casos, até o uso de biomateriais por indicação específica - uma mudança no paradigma dos conceitos de tratamento regenerativo.

 

Fórum Corporativo da Straumann

Apresentação Nº1 - Conceitos contemporâneos e novos avanços para melhorar os resultados da cirurgia periodontal reconstrutiva - Prof. Dr. Anton Sculean

Palestrante: Prof. Dr. Anton Sculean, Suíça

Biografia

Anton Sculean é Professor e Presidente do Departamento de Periodontia na Universidade de Berna, na Suíça. Formou-se em 1990 na Universidade de Semmelweis de Budapeste, Hungria, e fez pós-graduação na Universidade de Münster, Alemanha, e na Royal Dental College Aarhus, Dinamarca. Graduou-se na Universidade do Sarre, Homburg, Alemanha. O Professor Sculean recebeu diversos prêmios na área de pesquisa, entre outros o Anthony Rizzo Award do Periodontal Research Group da International Association for Dental Research (IADR), e o IADR/Straumann Award, de Medicina Periodontal Regenerativa. Recebeu títulos de Doutor Honorário (Dr. h.c.) da Semmelweis University, em Budapeste, Hungria, e da Victor Babes University em Timisoara, Romênia. Foi o autor de mais de 160 publicações em periódicos avaliados por profissionais do ramo, e faz parte do Conselho Editorial de mais de 10 publicações sobre odontologia. No período de 2009-2010, o Professor Sculean foi Presidente do Periodontal Research Group da IADR, e atualmente é Presidente da Sociedade Suíça de Periodontia. Os temas de suas pesquisa atuais incluem a cicatrização de feridas periodontais, terapia periodontal regenerativa e estética-plástica, tratamento de peri-implantite, terapias com antibióticos e antissépticos, tratamentos a laser e biofilmes orais.

Objetivos

Os avanços na biologia celular e molecular contribuíram para o aumento da compreensão da cicatrização da ferida em vários tecidos, e revelaram uma grande complexidade de processos envolvidos. De forma geral, o resultado da cicatrização da ferida pode ser caracterizado como uma reparação, ou seja, formação de tecido de cicatrização com forma e/ou função diferentes dos tecidos originais, ou regeneração, ou seja, a forma e função dos tecidos perdidos são restauradas. Um grande conjunto de evidências demostra que o crescimento dos polipeptídeos e os fatores de diferenciação, proteínas derivadas da matriz de esmalte, membranas protetoras, certos enxertos ósseos ou diversas combinações desses fatores podem promover a cicatrização/regeneração da ferida periodontal, criando um ambiente favorável para ou que induz imediatamente a formação de novos tecidos. Além disso, hoje se sabe que os procedimentos periodontais reconstrutivos só podem ter sucesso se forem levados em conta os fatores associados ao paciente e as abordagens cirúrgicas biologicamente dirigidas, buscando aumentar a estabilidade da ferida.

Objetivos

 A apresentação fornecerá um resumo do contexto biológico, considerações cirúrgicas e uma árvore de decisões clínicas da utilização de diversos biomateriais em cirurgia periodontal reconstrutiva para defeitos intraósseos, de furcação e de recessão. Finalmente, serão apresentadas perspectivas futuras sobre próximas indicações, como o uso de derivados da matriz do esmalte para o tratamento de defeitos horizontais e a combinação de diversos substratos de colágeno e derivados da matriz do esmalte para maximizar os resultados da cicatrização em defeitos de recessão.

Apresentação Nº2 - Procedimentos de aumento de tecidos moles e duros utilizando biomateriais – previsíveis na prática diária - PD Dr. Daniel Rothamel

Palestrante: PD Dr. Daniel Rothamel, Alemanha

Biografia

Daniel Rothamel formou-se na Universidade Heinrich-Heine de Düsseldorf, Alemanha, e obteve o douturado com a tese “Estabelecendo um novo método para quantificação da hipersensibilidade dentária". Recebeu treinamento em cirurgia e obteve douturado com sua tese sobre “Biocompatibility, biodegradation and angiogenetic aspects of native and cross-linked collagen membranes”. No período de 2002-2007, trabalhou como Pesquisador Associado no Departamento de Cirurgia Oral (Prof. Dr. J. Becker) na Universidade Heinrich-Heine em Düsseldorf, Alemanha. Em 2005, trabalhou como voluntário na Clínica de Cirurgia Plástica e Reconstrutiva em Sankhu, Kathmandu, Nepal. Em 2007, mudou-se para a Austrália para iniciar seu trabalho de pós-doutorado no Departamento de Patologia Oral e Pesquisa Molecular, Westmead Hospital, University of Sydney, Austrália (com bolsa da DAAD). Em 2008, Daniel Rothamel voltou para a Alemanha para trabalhar como Pesquisador Associado no Departamento de Cirurgia Plástica Oral e Maxilofacial (Prof. Dr.Dr. J. Zoeller), Universidade de Colônia, Alemanha, e obteve um PhD em “Reconstruction of jaw defects using artificial and autogenous bone blocks in combination with growth factors”. Daniel Rothamel é melhor conhecido por suas pesquisas na área de regeneração óssea guiada, superfícies de implantes, membranas de colágeno, materiais substitutos ósseos, e fatores de crescimento.

Objetivos

Um dos procedimentos mais complexos na Implantodontia é a regeneração previsível e segura de defeitos ósseos e do tecido mole. Embora o osso autógeno ainda seja considerado como o padrão de ouro, diferentes biomateriais, como substitutos ósseos e membranas, mostraram resultados previsíveis em procedimentos de aumento do processo alveolar. Embora a regeneração de defeitos menores no interior do contorno do rebordo possa ser suportada pela angio-seletividade transmembrana das membranas aplicadas, os defeitos prolongados requerem materiais substitutos ósseos com volume estável e barreiras protetoras de longa duração. O pericárdio suíno nativo tem apresentado resultados favoráveis, baseados em sua estrutura de colágeno em várias camadas. Além disso, os substitutos ósseos disponíveis diferem significativamente em termos dos aspectos bioquímicos, influenciando a estabilidade do volume, a velocidade de formação óssea, a remodelagem do enxerto e a aceitação do paciente. A qualidade do local receptor, a osteogenicidade do enxerto e o período de cicatrização selecionado também afetam a previsibilidade dos resultados da regeneração.

Além dos biomateriais de aumento ósseo, matrizes de colágeno específicas foram estabelecidas para procedimentos de aumento do tecido mole, incluindo o espessamento gengival, a vestibuloplastia e o recobrimento de recessões. Ao contrário do tecido mole do próprio paciente, o uso de biomateriais não é acompanhado pela morbidade do local doador.

Objetivos

Esta apresentação descreve as regras para seleção de diferentes matrizes de colágeno e diferentes materiais de enxerto ósseo, de acordo com a indicação, o formato do defeito e as pré-condições do paciente, para obter os melhores resultados da regeneração. Com base em exemplos clínicos, serão apresentadas novas opções de tratamento de indicações clínicas predominantes, como a preservação da cavidade de extração, que surgem com a disponibilidade de novos enxertos de tecido mole de colágeno.

Apresentação Nº3 - Straumann®Osteogain – Um novo capítulo na utilização clínica de proteínas derivadas da matriz do esmalte - Prof. Dr. David L. Cochran

Palestrante: Prof. Dr. David L. Cochran, EUA

Biografia

David L. Cochran é formado pela University of Virginia, tendo obtido os diplomas de D.D.S., M.S. e Ph.D. em Bioquímica pela Medical College de Virginia (MCV). Recebeu treinamento em Periodontia na Harvard School of Dental Medicine, onde também realizou seu segundo mestrado. Recentemente recebeu o título de Doutor Honorário da Universidade de Berna, na Suíça. Atualmente, o Dr. Cochran é Professor e Presidente do Departamento de Periodontia no Health Science Center da Universidade do Texas, em San Antonio, Dental School. Antes de trabalhar em San Antonio, o Dr. Cochran foi Diretor de Pós-Graduação em Periodontia na MCV. O Dr. Cochran é membro de diversas organizações de odontologia, e é Certificado pela American Board of Periodontology. É membro da American College of Dentistry e da International College of Dentistry. O Dr. Cochran publicou inúmeros artigos científicos e resumos sobre diversos tópicos nas áreas de periodontia, bioquímica e implantodontia. Recebeu premiações nacionais e internacionais por seu trabalho de pesquisa. O Dr. Cochran é um pesquisador clínico e científico ativo, que recebeu financiamento do NIH-NIDCR e do setor privado.

Objetivos

As proteínas derivadas da matriz do esmalte têm sido clinicamente utilizadas há mais de 2 décadas, e foram documentadas por extensas pesquisas clínicas e pré-clínicas. Apesar do grande potencial biológico das proteínas derivadas da matriz do esmalte para estimular vários tipos de células e tecidos em padrões regenerativos e de formação de tecido, o potencial desta classe de componente até hoje só foi amplamente explorado para o tratamento com sucesso de indicações periodontais. Recentes avanços na pesquisa de proteínas derivadas da matriz do esmalte como uma mistura e como frações parciais da mistura mostram que, além de induzir a regeneração periodontal, as proteínas derivadas da matriz do esmalte estimulam importantes processos para a formação, maturação e regeneração óssea, como a estimulação de osteoblastos e células estaminais, e a promoção da angiogênese. Levando-se em conta essas propriedades, as proteínas derivadas da matriz do esmalte podem ser classificadas, por si só, como candidatos promissores para estimular o crescimento e a maturação óssea, como parte dos procedimentos clínicos de aumento ósseo em Periodontia e, igualmente importante, em Implantodontia.

Objetivos

Esta apresentação apresenta o Straumann®Osteogain como nova solução biológica que foi desenvolvida e otimizada para ser misturada com materiais de enxerto ósseo e substratos de colágeno, visando estimular a formação óssea como parte dos procedimentos regenerativos de aumento ósseo. Ela introduz o conceito e a lógica do produto, seus componentes e suas propriedades biológicas, para estimular diversas atividades fisiológicas que são clinicamente relevantes para diversos procedimentos de aumento ósseo.

Conceitos de tratamento inovadores e previsíveis, ajudando a atender as complexas necessidades dos pacientes.

 

Fórum Corporativo da Straumann II

Apresentação Nº1 - Sucesso e previsibilidade na terapia com implante em espaços unitários: tome as decisões certas! - Prof. Dr. Ronald Jung

Palestrante: Prof. Dr. Ronald Jung, Suíça

Biografia

Ronald Jung é formado em cirurgia oral, prostodontia e terapia com implante. Atualmente, é Vice-presidente do Departamento de Próteses Fixas e Removíveis e Ciência de Materiais Odontológicos na Universidade de Zurique, na Suíça (Presidente: Prof. Dr. Ch Hämmerle). Em 2006, trabalhou como Professor Associado Convidado no Departamento de Periodontia no Health Science Center da Universidade do Texas, em San Antonio, EUA (Presidente: Prof. Dr. D. Cochran). Em 2008, concluiu sua "Habilitation“ (venia legendi) em medicina dentária e foi nomeado professor associado da Universidade de Zurique. Em 2011, recebeu seu diploma de PhD da Universidade de Amsterdã, Faculdade de Odontologia ACTA, Países Baixos. Em 2013, trabalhou como Professor Associado Convidado no Departamento de Odontologia Restaurativa e Ciências dos Biomateriais na Harvard School of Dental Medicine em Boston, EUA. É um palestrante e pesquisador reconhecido e de renome internacional, melhor conhecido por seu trabalho no campo de monitoramento do tecido duro e mole, e por sua pesquisa sobre novas tecnologias em Implantodontia.

Objetivos

O objetivo desta palestra é fornecer um resumo abrangente das importantes etapas necessárias, desde a análise de riscos inicial, até a entrega da reconstrução definitiva.

Objetivos

Para se obter uma solução ideal após a substituição de um dente por um implante, é extremamente importante seguir uma sequência de decisões e o cronograma correta de todas as etapas do tratamento.

Uma terapia com implante previsível e de sucesso começa com uma avaliação de riscos local e sistêmica. Com base nas avaliações de riscos, são necessárias determinadas estratégias de tratamento individual para o manuseio das cavidades de extração, o cronograma da implantação, a seleção do implante, a regeneração do tecido mole e duro, e também as decisões protéticas.

O enfoque recai nas soluções para manuseio das cavidades de extração e o cronograma da implantação, para seleção do implante em termos de comprimento e diâmetro, e para a seleção de pilares e coroas.

Apresentação Nº2 - Como determinar o número ideal de implantes e a estratégia de tratamento protético para pacientes parcialmente e totalmente edêntulos - Prof. Dr. Bjarni Pjetursson

Palestrante: Prof. Dr. Bjarni Pjetursson, Islândia

Biografia

Bjarni E. Pjetursson, obteve seu grau de DDS na Universidade da Islândia, em 1990. De 1990 a 2000, trabalhou como dentista em seu consultório particular, na Islândia. Em 2000, iniciou seu curso de pós-graduação em Periodontia e Implantodontia na Universidade de Berna, Suíça. Recebeu seu certificado de especialista e seus diplomas de Mestre em Periodontia (EFP & SSP) e Doutor em Odontologia (Dr.) da Faculdade de Medicina, Universidade de Berna, Suíça. De 2003 a 2005, fez o curso de pós-graduação em Prostodontia na Universidade de Berna, Suíça. A partir de 2005, trabalhou como Professor Assistente e Professor Acadêmico no Departamento de Periodontia e Prostodontia Fixa, Universidade de Berna, e atualmente é Presidente do Departamento de Prostodontia, Faculdade de Odontologia, Universidade da Islândia. O Dr. Pjetursson é membro do ITI e membro do Conselho Editorial da Clinical Oral Implants Research.

Objetivos

Esta palestra dá enfoque ao seguinte:

  •  Diferentes abordagens de tratamento para selecionar o número ideal de implantes.
  • Como escolher o melhor comprimento e diâmetro do implante, em uma determinada indicação.
  • Como escolher entre diversos protocolos de tratamento para ajudar a reduzir o tempo de tratamento, os custos e o grau de intervenção cirúrgica.

Objetivos

Nas consultas diárias, os dentistas enfrentam rotineiramente o desafio de tomar decisões rápidas e difíceis. Existe uma abundância de publicações com diferentes protocolos sobre como projetar próteses dentárias fixas implantossuportadas, em termos do número, comprimento e diâmetro dos implantes necessários para suportar essas reconstruções. Para pacientes totalmente edêntulos, o número de implantes recomendados para suportar reconstruções da arcada completa na maxila varia de 4 a 22. Entretanto, na mandíbula, esse número varia de 3 a 18 implantes. Assim, qual seria o número ideal de implantes? E como o dentista pode tomar a decisão certa?

Esta palestra discute os pré-requisitos para decidir o número de implantes necessários para suportar diferentes tipos de reconstruções. Além disso, aborda a questão de como utilizar implantes curtos e de diâmetro estreito para evitar os procedimentos complexos de aumento ósseo. Finalmente, teremos a oportunidade de determinar quais situações clínicas são adequadas para utilizar implantes angulados.

Serão apresentadas situações clínicas comuns de pacientes parcialmente e totalmente edêntulos. Será elaborado um plano de tratamento baseado em evidências, considerando o número, tamanho e tipo dos implantes necessários, e também o material e os mecanismos retentivos dos componentes protéticos a serem selecionados.

A abordagem de retalho único – um procedimento simplificado para regeneração periodontal.

 

Workshop da Straumann

Apresentação Nº1 - A abordagem de retalho único – um procedimento simplificado para regeneração periodontal - Prof. Dr. Leonardo Trombelli, DDS, PhD

Palestrante: Prof. Dr. Leonardo Trombelli, DDS, PhD, Itália

Biografia

Professor Catedrático e Presidente, Periodontia e Implantodontia, Faculdade de Odontologia, Universidade de Ferrara, Itália. Diretor, Centro de Pesquisa para Estudo de Doenças Periodontais e Peri-implantares, Universidade de Ferrara. Diretor, Clínica Odontológica do Hospital Universitário, Ferrara. Membro ativo da Sociedade Italiana de Periodontia e da Sociedade Italiana de Implantodontia.  Membro do Conselho Editorial do Journal of Clinical Periodontology, membro do painel de críticos profissionais do Journal of Periodontology.

Resumo

Os defeitos intraósseos profundos representam um desafio para o dentista, uma vez que, se não forem corretamente tratados, podem causar a perda do dente. Nos últimos anos, foram desenvolvidas diversas abordagens visando a melhoria substancial das condições clínicas do dente afetado pela lesão, associadas à regeneração do aparelho de inserção do lote.

A  abordagem de retalho único (SFA) em combinação com os dispositivos regenerativos é um procedimento cirúrgico simplificado para tratar com eficácia os defeitos intraósseos, minimizando ao mesmo tempo o trauma cirúrgico e as complicações pós-cirúrgicas. 

Neste workshop, o especialista Prof. Leonardo Trombelli apresentará a SFA, suas indicações e o protocolo cirúrgico. Em seguida, haverá uma sessão prática com mandíbulas de porcos, para que os participantes possam praticar as etapas fundamentais da abordagem de retalho único em combinação com o Straumann® Emdogain®.

Objetivo

O objetivo do curso é definir minuciosamente as vantagens e limitações de uma abordagem cirúrgica simplificada, a abordagem de retalho único (SFA), especificamente projetada para o tratamento de defeitos intraósseos profundos. Em particular, será discutida a possibilidade de que a SFA melhore as condições para estabilidade da ferida, levando à regeneração periodontal, no uso combinado com tecnologias reconstrutivas.

Objetivos

  • Definir os aspectos para diagnóstico de lesões intraósseas adequados para o acesso cirúrgico com a SFA;
  • Discutir as vantagens da abordagem do retalho cirúrgico para melhorar as condições de estabilidade da ferida e minimizar a dor e desconforto pós-cirúrgicos;
  • Descrever os resultados clínicos, em termos de cicatrização precoce e tardia da ferida, da SFA, comparados aos procedimentos cirúrgicos convencionais de retalho duplo;
  • Avaliar criticamente quais tecnologias regenerativas (membrana, agentes biológicos, combinações) são mais indicadas para uso combinado com a SFA;
  • Atividade prática para ensinar as etapas cirúrgicas da SFA combinada com o biomaterial de enxerto e derivados da matriz do esmalte (Straumann® Emdogain®)