Conexões com pilares Straumann®  

Mais que um sistema comprovado. É a confiança que o acompanha. 

Ao utilizar os componentes Straumann® originais, você obtém um desempenho e confiabilidade comprovados pelo tempo, com os quais você pode estabelecer seus negócios na área odontológica. As conexões implante-pilar da Straumann oferecem uma combinação harmonizada perfeita, com base em um design preciso e em especificações de engenharia que ninguém mais é capaz de reproduzir. Evidências científicas1,2 demonstram que existem diferenças no afrouxamento do parafuso e variações na micromobilidade, quando se comparam as conexões implante-pilar originais com conexões não originais.

Como podemos ajudar?

Conexão Straumann® CrossFit  

Combinação de um fácil manuseio com alta confiabilidade.

A conexão protética interna auto-guiada possui um design otimizado para dar estabilidade mecânica a longo prazo, em todas as condições de carga, garantindo o ajuste preciso entre o implante e o pilar. O cone interno de 15° confere maior flexibilidade aos tratamentos protéticos. Quatro argolas internas garantem o posicionamento preciso dos componentes protéticos. Dependendo do diâmetro, o implante Straumann® Bone Level está equipado com a conexão Regular CrossFit® (RC) ou a Narrow CrossFit® (NC).

  • Manuseio

    O manuseio é fácil, proporcionando confiança no posicionamento dos componentes. Moldagem simplificada, mesmo com implantes em posições divergentes. 

  • Flexibilidade

    Flexibilidade restaurativa e estabilidade mecânica a longo prazo.3-5

  • Confiabilidade

    Precisão garantida contra rotação. Moldagem simplificada, mesmo com implantes em posições divergentes. Reduz os micromovimentos e minimiza o microgap. Distribuição otimizada da tensão. Ajuste preciso entre o implante e o pilar.

Como podemos ajudar?

Straumann® synOcta® 

Confiável. Simples. Flexível.

O sistema protético synOcta® oferece-lhe as vantagens de uma solução protética confiável, simples e flexível. O segredo do sucesso do synOcta® está na conexão entre o pilar e o implante. O ajuste simétrico preciso dos octógonos do pilar e do interior do implante permite que o pilar synOcta® seja reposicionado, mas também protege contra a rotação. A combinação do cone Morse com angulação de 8° com soldagem a frio garante um posicionamento vertical confiável. 

  • Confiabilidade

    O cone Morse com angulação de 8° oferece uma combinação ideal entre a soldagem a frio e um posicionamento vertical confiável. Ajuste preciso entre o implante e o pilar.

  • Simplicidade

    Moldagem simples sem o pilar.

  • Flexibilidade

    Os pilares podem ser reposicionados, selecionados sobre o modelo, e com opções de planejamento ideais para cada indicação.

Contate-nos

Downloads

Documentos

Procedimentos protéticos Straumann® Bone Level

Informações básicas
159.810/pt/B/01 03/17 31.03.2017 PDF, 5 MB Download

Sistema protético Straumann® synOcta®

Informações básicas
159.255/pt/C/00 05/17 30.05.2017 PDF, 4 MB Download

Sistemas de encaixe para próteses híbridas implanto-suportadas

Instruções para dentistas e técnicos de prótese
159.252/pt/A/00 03/16 31.03.2016 PDF, 5 MB Download

Um clássico para uma confiança intemporal.

Sistema de implante Straumann® Tissue Level
490.269/pt/A/00 03/17 31.03.2017 PDF, 5 MB Download
Ver todos os recursos...

Vídeos e animações

Nenhum recurso encontrado.
Ver todos os recursos...

Evidências científicas

Nenhum recurso encontrado.

Catálogos

International Course Calendar 2018

More than education
490.150/en/B/00 02/18 21.02.2018 PDF, 9 MB Download

Catálogo De Produtos 2017/2018

Straumann Edição internacional
459.201/pt/B/00 07/17 31.12.2017 PDF, 10 MB Download
Ver todos os recursos...

Referências

1 Kim SK, Koak JY, Heo JS, Taylor TD, Ryoo S, Lee SY: Screw loosening with interchangeable abutments in internally connected implants after cyclic loading. Int J Oral Maxillofac Implants 2012; 27:42-47 2 Keilig L, Berg J, Söhnchen P, Kocherovskaya, Bourauel C. Micro-mobility of the implant/abutment interface for original and third-party abutments – a combined experimental and numerical study (Poster EAO 2013, Dublin, ref. no. 346). 3 Data on file. 4 Sakaguchi RL, Douglas WH, DeLong R, Pintado MR. The wear of a posterior composite in an artificial mouth: a clinical correlation. Dent Mater 1986;2(6):235-240. 5 Rosentritt M, Behr M, Gebhard R, Handel G. Influence of stress simulation parameters on the fracture strength of all-ceramic fixed partial dentures. Dent Mater 2006:22(2):176-182.